3/19/2008

POEMAS NA BLOGOSFERA


OLHO VIVO - neste poema visual, o olho-farol - ao contrário do olho humano - não só recebe a imagem e a transmite como também é o emissor de sua própria luz.

5 comentários:

ana carolina disse...

Olá Prof. Joaquim.
Gostaria de uma ajuda sua para um trabalho monográfico. Estou pesquisando o realismo fantástico e a sátira menipéia na obra A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água de Jorge Amado e a.s.a - associação dos solitários anônimos de Rosário Fusco. Estou com dificuldade de pesquisar a vida de Fusco.
Quando puder, por favor me escreva no carolnitto@uol.com.br
Obrigada.

Moacy Cirne disse...

Ótimo, JB. Vou editá-lo no blogue do Poema/Processo, brevemente. Tem aparecido por lá? Um abraço.

Ademir Antônio Bacca disse...

joaquim
sempre é bom voltar a este teu cantinho
abraços

Moacy Cirne disse...

Joaquim: acabo de editar dois poemas seus no P/P. Um abração.

Vera Lucia disse...

Professor Joaquim,
boa tarde!
Trabalho na Editora Base de Curitiba e busco uma forma de encontrar a poetisa Celina Ferreira, nascida em Cataguases.
Pode ajudar-me?
Aguardo seu retorno.
Att
Vera